DICAS & CURIOSIDADES

EFEITO LIFTING SEM CIRURGIA, É POSSÍVEL?

Você já ouviu falar em “desabamento facial”? Este termo faz referência ao processo de envelhecimento do rosto, que envolve não só a diminuição da produção de colágeno da pele, mas também a perda progressiva do tecido ósseo e gorduroso. O resultado, após o passar dos anos, é a reabsorção e queda dos coxins gordurosos faciais e o aspecto de queda da face. 

Felizmente, é possível prevenir e tratar essa queixa por meio da associação de duas técnicas modernas – O Ultrassom microfocado e os bioestimuladores de colágeno. 

 

O Ultrassom microfocado é, sem dúvida, uma das tecnologias atuais mais modernas e eficazes para o tratamento da face. Esta tecnologia emite calor a  65,4 ° C na área tratada, produzindo pontos de coagulação na pele, realizando remodelação de colágeno, retração da pele, promovendo um efeito lifting não cirúrgico e tratando a flacidez em regiões como a testa, pálpebras, sobrancelhas, região malar, o sulco nasogeniano, papada e o pescoço.

 

Os bioestimuladores são substâncias injetada, que estimulam a produção de colágeno e elastina pelo organismo. Trata-se de um procedimento dermatológico que visa melhorar a qualidade e a textura da pele, combatendo os sinais do envelhecimento e a flacidez na face e no corpo.  Entre os bioestimuladores mais utilizados, podemos citar o ácido polilático (Sculptra®) e a hidroxiapatita de cálcio (Radiesse®). Os resultados são observados de forma gradual, com a neocolagênese e podem durar até 2 anos. 


Quando associados, estes dois tratamentos potencializam a autoprodução de colágeno novo, melhorando de forma ainda mais evidente a firmeza e a sustentação da pele facial.