DICAS & CURIOSIDADES

COVID-19 pode provocar queda de cabelo?

Sim, é verdade! A COVID-19 pode causar a queda de cabelo, também chamada de Eflúvio Telógeno. É causada devido ao processo inflamatório geral e as alterações que o vírus pode ocasionar no organismo

 

Após se recuperarem da infecção pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) e estarem "saudáveis", inúmeros pacientes relatam uma série de sintomas da COVID-19 de longa duração, como fadiga, dores de cabeça e queda de cabelo, por exemplo. Em especial, a perda dos fios pode perdurar por meses após a recuperação da doença e alguns tratamentos podem melhorar o processo.

 

De acordo com a análise sistemática, a perda de cabelos pode acometer 25% dos pacientes que se recuperaram da COVID-19.

 

A queda de cabelo aguda é chamada de Eflúvio Telógeno e também pode ser observada em doenças como Dengue, Zika e chikungunya, além de outras viroses importantes que causam esse estresse fisiológico. 

 

O eflúvio telógeno, nesses casos de infecção pelo coronavírus, é temporário e reversível. No entanto, independente de tratamentos realizados pelo paciente, será preciso aguardar de três a seis meses para que o ciclo capilar retorne para sua atividade normal.

 

Em casos de queda capilar intensa procure o médico de sua confiança, pois é imprescindível realizar diagnósticos diferencias, exame do couro cabeludo e exames laboratoriais, e só após instituir tratamento de suporte.

WhatsApp Image 2021-04-05 at 08.46.04.jp